Primeira canção de embalar

07-03-2003

O meu amor por ti é tão grande, 
Como o sol que brilha lá no alto... 
O meu amor por ti é tão profundo, 
Como a chuva que cai em Outubro... 

Faz óó, faz óóóó, faz óó, faz óó
Faz óóóó, faz óó, faz óó, meu amor... 

E se a lua chamar a estrela... 
Vou contar ao meu amor, 
Que o rouxinol voou para longe, 
Para lá do ho-ri-zon-te! 

Faz óó, faz óóóó, faz óó, faz óó
Faz óóóó, faz óó, faz óó, meu amor... 

escrito algures em 2003

A primeira vez que tornei público esta melodia foi num blogue de pais para filhos em 2006...

Filho, amor da minha vida

Depois desta primeira canção de embalar escrevi e cantei outras melodias, para ti e para nós..

Com três anos perguntavas o que é o rouxinol e o ho-ri-zon-te?!
Normalmente respondia:

- O rouxinol é um passarinho e o horizonte é a linha que separa a terra do céu.

Ontem, como hoje, continuo a desejar que o nosso rouxinol voe sempre entre o céu e a terra, para lá do ho-ri-zon-te.